quinta-feira, 31 de julho de 2008

A volta dos que não foram

Depois de mais de um mês de luto e distância, retomo a dinâmica do “Bate e rebate”, espaço de descarrego, reflexão e troca coletiva. No hiato que me afastou daqui, andei perdida em meus pensamentos e problemas mesquinhos...Chega de introspecção!!Preciso arejar a vida. Para isso, nada mais motivador que sopro da amizade. Foi ela que deu o pontapé inicial para o nascimento do blog. Nada mais justo, então, que fazê-lo renascer desse sentimento. Para isso, segue um poeminha – presente para Cynthia Pacca, amiga que comemora aniversário (05/08) e brinda a existência nesse início de Agosto.

Encontro

Na malha despojada do seu desembaraço
Vi ternura,
Regra,
e espaço

Traço de fragilidade escondida,
identidade perdida
Lisura fina,
retidão

Você tem honra, brio, caráter e boa intenção
E um infinito mar de amor:
Amabilidade; amizade; compaixão

Alterna gentileza e presteza
Na arte de cativar quem lhe cerca e lhe apetece
É presente,
atenta e
autêntica

Alegre até na tristeza
Quando a vive sem embaraço
E faz da dor um caminho
Uma ponte, um transporte, um atalho

Afinal, estar em si, sem dó
Quase sempre não é fácil...



3 comentários:

patymaniacs disse...

lindo o poema. ela vai gostar muito. nao poderia descever melhor essa pessoa querida.
bjsss

Rafael Zveiter disse...

Poesia e arte para vivermos apenas. Mais nada. Nada precisa ser compreendido. Apenas vivido! Beijos!

cyncyn disse...

Obrigadaaa ! A vida está muitooo complicada. De-mais. Eu queria descer da montanha russa. Eu queria ter um blog desses para desabafar e escrever. Eu gosto. Eu preciso. Um dia, me ensina ? Bjs